Brasil: Um país de milionários

A história transcreve uma carta fictícia de um americano para um amigo brasileiro, comentando das disparidades econômicas entre o custo de vida norte-americano e nossa realidade aqui.

Esqueci de falar uma coisa no último post. Critico muito a forma com que o brasileiro atua em relação à sua própria nação. Como toda criança já sabe, somos historicamente uma nação de oportunistas, uma colônia de exploração que teve como base a corja da sociedade européia; pessoas interessadas em apenas levar tudo o que há de bom neste país. Não quero dizer que somos ímpares nessa situação. Pelo contrário, vários outros países tiveram a colonização semelhante. Mas isso é motivo de sermos “coitadinhos”? De acharmos que só porque tivemos um início infeliz tevemos permanecer com a mesma postura oportunista? Eu digo que não.

Nosso passado nos entrega mas nosso presente fala o contrário. Não somos mais índios ou negros sem presença, importância ou representação ativa. Somos cientistas, pesquisadores, políticos, ativistas, as crias de uma terra que foi e continua sendo explorada, mas uma nação essencial para o cenário internacional. Como diz o texto abaixo, somos praticamente auto-suficientes em diversas áreas da economia. Mesmo assim nos mantemos submissos aos interesses externos e ao nosso próprio comodismo. Sim, afinal, tudo isso não é novidade pra ninguém. Somos omissos, somos irresponsáveis e não fazemos nada para mudar isso. A ideologia do “ainda bem que não foi comigo” e a filosofia do “eu vou me dar bem” é nossa constante e nosso principal defeito. Mudar o mundo é difícil, mas não impossível. Por outro lado, mudar a sua atitude é bem mais simples do que se imagina.

Pense no que você tem feito de errado na sua vida, para sua família, para seu país. Reconheça seus erros. Mas, como minha mãe sempre dizia, “não basta só se arrepender; mude também”.

Um grande domingo prá vocês!

Caros amigos brasileiros.

Vocês brasileiros pagam o dobro do que os americanos pagam pela água que consomem, embora tenham água doce disponível (aproximadamente 25% da reserva mundial de água doce está no Brasil).

Vocês brasileiros pagam 60% a mais nas tarifas de telefone e eletricidade, embora 95% da produção de energia em seu país seja hidroelétrica (mais barata e não poluente). Enquanto isso nós, pobres americanos, somente podemos pagar pela energia altamente poluente, produzidas por usinas termelétricas à base de carvão e petróleo e as perigosas usinas Nucleares.

E por falar em petróleo…

Vocês brasileiros pagam o dobro pela gasolina, que ainda por cima é de má qualidade, que acabam com os motores dos carros. Resultado de misturas criadas para beneficiar os usineiros de álcool. Não dá para entender, seu país é quase auto-suficiente em produção de petróleo (75% é produzido aí) e ainda assim tem preços tão elevados. Aqui nos EUA nós defendemos com unhas e dentes o preço do combustível que está estabilizado há vários anos US$ 0,30 ou seja R$ 0,90.Obs.: gasolina pura, sem mistura!

E por falar em carro…

Vocês brasileiros pagam R$ 40 mil por um carro que nós pagamos R$ 20 mil. Dão de presente para seu governo R$ 20 mil para gastar não se sabe com o que e muito menos onde, já que os serviços públicos no Brasil são ridículos perto dos serviços prestados pelo setor público nos EUA. Na Flórida, caros brasileiros, nós somos muito pobres. O governo estadual cobra apenas 2% de imposto sobre o valor agregado (equivalente ao ICMS no Brasil), e mais 4% de imposto federal, o que dá um total de 6%. No Brasil vocês são muito ricos, já que afinal concordam em pagar 18% só de ICMS.

E já que falamos de impostos…

Eu não entendo porque alegam serem pobres se, afinal, vocês não se importam em pagar, além desse absurdo ICMS, mais PIS, COFINS, CPMF, ISS, IPTU, IR, ITR e outras dezenas de impostos, taxas e contribuições, em geral com efeito cascata, de imposto sobre imposto, e ainda assim fazem festa em estádios de futebol e nas passarelas de carnaval . Sinal de que não se incomodam com esse confisco maligno que o governo promove, lhes tirando 4 meses por ano de seu suado trabalho. De acordo com estudos realizados, um brasileiro trabalha 4 meses por ano somente para pagar a carga tributária de impostos diretos e indiretos.

Nós americanos lembramos que somos extremamente pobres, tanto que o governo isenta de pagar imposto de renda todos que ganham menos de US$ 3 mil dólares por mês (aproximadamente R$ 9.300,00), enquanto aí no Brasil os assalariados devem viver muito bem, pois pagam imposto de renda todos que ganham a partir de R$ 1.200,00. Além disso, vocês têm desconto retido na fonte, ou seja, ainda antecipam o imposto para o governo, sem saber se vão ter renda até o final do ano. Aqui nos EUA declaramos o imposto de renda apenas no final do ano, e caso tenhamos tido renda, somente então recolhemos o valor devido aos cofres públicos. Essa certeza nos bons resultados futuros torna o Brasil um país insuperável.

No Brasil vocês pagam escolas e livros para seus filhos, porque afinal, devem nadar em dinheiro, enquanto aqui nos EUA nós, pobres de país americano, como não temos toda essa fortuna, mandamos nossos filhos para as excelentes escolas públicas com livros gratuitos. Vocês, ricaços do Brasil, quando pedem empréstimos pessoais, pagam POR MÊS o que um americano paga POR ANO.

E por falar em pagamentos…

Caro amigo brasileiro, quando você me contou que pagou R$ 2,500.00 pelo seguro de seu carro, aí sim eu confirmei a minha tese: vocês são podres de rico!!!!!!!! Nós nunca poderíamos pagar tudo isso por um simples seguro de automóvel. Veja meu caso, por exemplo. Pelo meu carro grande e luxuoso, eu pago US$ 345,00. Quando você me disse que também paga R$ 1.700,00 de IPVA pelo seu carro, não tive mais dúvidas. Nós pagamos apenas US$ 15,00 de licenciamento anual, não importando qual tipo de veiculo seja. Afinal, quem é rico e quem é pobre ?

Aí no Brasil 20% da população economicamente ativa não trabalha. Aqui, não podemos nos dar ao luxo de sustentar além de 4% da população que esta desempregada.

Afinal, depois de tudo isso, não é mais rico quem pode sustentar mais gente que não trabalha ???

One thought on “Brasil: Um país de milionários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *